quinta-feira, 9 de maio de 2013

MALA DA MATERNIDADE - O que levar?

  O que levar na mala da maternidade? Será que a lista da mala da maternidade não é um exagero?




 Quando fiz 7 meses comecei a me preocupar com a mala da maternidade do bebê. Marinheira de primeiríssima viagem, sem nenhuma mãe que teve filho a pouco tempo por perto, não fazia ideia de por onde começar, então me joguei no youtube. Coloquei lá: mala de maternidade. 
   Eu sei que tem mãezinha que não se preocupa com exageros, gosta e pode, e não recrimino não, mas nessa altura do campeonato eu já havia gastado muito, e toda vez que abria a gaveta dele achava que era coisa de mais.
  Todos os vídeos que escolhia para assistir era um exagero de roupas e de coisas e acessórios. Fiquei até triste no dia, mas depois tudo foi se encaminhando.
  O primeiro passo é ir visitar a maternidade onde ganhará o seu bebê. Lá eles te darão uma listinha de coisas para levar. Na minha lista constava 6 bodys, 6 mijões, 6 macacões, 1 touca, 1 manta, 1 lixa de unha infantil e paninho de boca.

Minha experiência:

  • Separe as roupas em kits e escreva 1ª troca, 2ª troca... Assim se seu marido e sua mãe tiverem que separar a roupinha na hora não correrá o risco de separarem o que não escolheu
  • Existem saquinhos bonitinhos especificos para isto, mas vi essa dica no youtube e adorei: Sabe aqueles sacos de acondicionar comida congelada com zip? Coloquei cada "Kit" em um e fiz uma etiquetinha bonitinha de carneirinho identificando qual troca era. Tirei o ar de dentro deles e eles se acomodaram direitinho na malinha. 3 dos kits tinham manta.
  • Na maioria dos hospitais particulares eles dão fraldas, álcool  algodão e sabonete para o bebê e deixam no quarto junto ao berço. Tudo que levei trouxe de volta.
  • 6 trocas? Sim, é muito. Pelo menos para mim que tive parto normal e fiquei apenas 2 dias no hospital. A minha dica é levar 4 roupas bem bonitinhas (Só usei 3 kits) e 2 mas de dia a dia para reserva mesmo.
  • No Hospital Santa Catarina em São Paulo, onde tive meu filho ganhei uma porção de kit higiene promocionais. AMEI!
Quanto a sua mala deve levar tudo que te fizer sentir confortável. Eu, por exemplo, não me incomodei de receber visitas de camisola (própria para amamentar) e hobby. Levei 2 para quando, e se, uma sujasse, e precisei trocar mesmo por causa do leite. Têm mães que preferem colocar roupa normal durante o dia, que querem se maquiar e tudo mais. Se você sentirá melhor assim, então faça.
A minha experiência me diz que quando você volta para o quarto e nos dias seguintes você está cansada de um parto normal ou abalada por uma cirurgia. Eu não tive muita coragem de pensar em ficar perfeita apesar de antes achar que iria me maquiar e tudo mais.
Fora isso, a tão falada cinta. Não sei vocês, mas eu não via a hora de colocá-la!  O problema é que comprei uma cinta M e não serviu. Lembrem-se disso: Raríssimas as mulheres (elas existem) que saem do hospital com roupa de antes de engravidarem. Leve uma roupa soltinha e confortável. Calcinha de gestante, principalmente no caso de cesária (por causa do corte), sutia para amamentação, absorvente noturno ou pós parto (no meu caso o hospital deu, não sei se funciona assim em todos), chinelo e não esquecer da malinha do marido, né? São raros os que pensam nessas coisas.
Se lembrar mais alguma cosia eu volto. Beijos 

3 comentários:

  1. Oi Flor, gostei muito do seu blog, você escreve muito bem!! Adorei as dicas da malinha!!

    Da uma passada no meu blog que ta começando e me da uma força!! se der me segue!!!
    http://sarahmnunes90.blogspot.com.br/

    beijos e sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Eu também amei suas dicas, maravilhosas.
    Tb criei um blog a pouco tempo, fui inspiradas por vcs.
    Se puder visita ele e me dá umas dicas.
    bjussssss

    http://yuripedrosejabemvindo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Compartilhando experiências...